Será o fim do puxa-saco?

23 jan

Depois que vi o vídeo com a entrevista de Claudio Oliver  e o blog La Cucinetta onde a escritora é preocupada com a questão do meio ambiente, fiquei pensando sobre o meu papel como ser social e como não deixar a consciência pesada por ser geradora de tantos problemas para o meio ambiente.

Pois bem, fiquei pensando em formas para poluir menos e minha cabeça entrou em parafuso. E se eu abolisse os saquinhos plásticos de supermercados? Afinal houve uma época em que eu ia munida de ecobags e voltava com as compras sem serem embaladas por plásticos. Em um mês, eu não tinha mais nenhum saquinho de plástico para contar história, ou seja, vi-me sem saquinho para pôr nas lixeiras do banheiro e da cozinha. Alternativas? Saco de jornal, porém eu não compro jornal, leio as notícias que me interessam pela internet e compro livros dos temas em que gosto de me aprofundar. Caramba, sabem o que eu fiz? Usei um saco enorme de loja para acomodar os lixos que tinha e fui imediatamente ao supermercado fazer a compra da semana sem as ecobags.

Será que eu sou tão terrível assim utilizando os saquinhos plásticos? E se eu fizer os saquinhos com papel jornal, como faço para descartar para que seja de fácil recolhimento para os lixeiros? Moro no centro em uma micronete e não tenho como reutilizar a matéria orgânica.

Avaliei isso por diversos aspectos e percebi que o pior ato para o meio ambiente é o desperdício. Porque o desperdício é gasto de energia à toa. Quanto de energia foi utilizado para você ter aquele 54º par de sapato? E a metade do prato de comida que você deixou de consumir? E quinquilharias sem utilidade espalhadas pela casa? Quanta energia foi consumida? E essas quinquilharias jogadas no lixo sem ter ao menos um suspiro de utilização? Será que aquilo que não serve para você, serve para outra pessoa? E os produtos que são embalados em várias camadas de plástico, isopor e papel? Há necessidade?

Eu uso sempre os saquinhos de plásticos no seu limite. Acomodo o máximo de lixo neles. E nenhum saquinho de plástico que adquiro vira banalidade. Tenho cuidado até para que ao carregar as compras eles não furem e tenham serventia para os meus lixinhos. Ainda não consigo ficar sem eles. Não consigo ver alternativas. Procuro na internet. Consigo achar modos de amenizar o problema, pensando no caminho do meio:

1) No lixinho da cozinha ainda vai ser saquinho plástico, pois o conteúdo do lixo é úmido e não dá para dispensá-lo.

2) No lixo do banheiro vou tentar radicalizar para saco de papel e depois amassar e colocar no saco de lixo da cozinha e direto para a lixeira do prédio. Ainda estou pensando se compro jornal ou compro um rolo de papel kraft.

3) Saco plástico maior de lojas e afins para o balde de lixo reciclável.

4) E o melhor de tudo e a solução mais honesta: acabar com o desperdício. Comprar menos, comprar com qualidade, comprar o necessário. Evitar embalagens várias quando dá.

Pois eu não consigo ver a redução do impacto ao meio ambiente negando o saquinho plástico, enquanto o comércio em geral e as grandes indústrias e redes sempre propagarem o consumismo exacerbado que é a chave da questão. Ex: você só estará na moda se tiver a calça modelo carrot na cor chucrute combinando com a blusinha abacate, sapato abóbora e bag da coleção do ano de 2012, por que de 2011 é tão out…e hoje em dia, tem que ter a habilidade de um malabarista para se livrar desses modismos que muitas vezes vêm implícitos em propagandas, em conversas de colegas…eu já fui picada várias e várias vezes por esse bichinho. O que dirá o meu armário de sapatos e potes de hidratante?

Resumindo: eu estou no caminho do meio, com altos e baixos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: